17 de dezembro de 2018

Logo - Art Book

Obras Históricas - Hans Holbein (the Younger)


Os Embaixadores

Hans Holbein (the Younger)

Título: Os Embaixadores

Data: 1533

Dimensão: 2095 x 2070 cm

O quadro é de 1533 e foi pintado na Inglaterra. Hans Holbein, o Jovem, era um pintor alemão e já tinha estado na Suíça, mas em 1532 foi para a Inglaterra, onde passou 11 anos. Morreu em 1543, aos 46 anos, vítima da peste. Holbein pintou mais de 80 retratos de Henrique VIII, suas rainhas e outros membros importantes da corte. Atualmente o quadro está na National Gallery, em Londres. Os dois retratados são embaixadores do rei francês Francisco I. O homem que veste peles é o enviado do rei a corte de Henrique VIII, o outro é o seu amigo em visita na função de correio diplomático. Qual a missão do embaixador? Tentar impedir que a Inglaterra rompesse com o Papa Clemente VII. Como se sabe, ele não foi bem sucedido. Jean de Dinteville. É o homem que usa o vistoso casaco de peles. Foi quem encomendou o quadro. Usa um colar de ouro da exclusivíssima (cem membros) Ordem de São Miguel. A adaga em sua mão tem a inscrição de que ele tem 29 anos (morreu aos 51 anos, já afastado da corte. Sua família caiu em desgraça). Esteve várias vezes em missões itinerantes na Inglaterra.Testemunhou a coroação e a execução de Ana Bolena (mãe de Elisabete I). George de Selve: Foi nomeado Bispo de Lavaur aos 20 anos. O livro abaixo de seu braço informa sua idade, tem 25 anos (morreu aos 33 anos). A mesa está dividida em duas prateleiras. Na prateleira inferior, o livro aberto ao lado de George de Selve é uma coletânea de cânticos aceita tanto pelos Protestantes quanto peles Católicos. Representa o desejo de união das Igrejas. O outro livro marcado com um esquadro, é um livro de matemática comercial. Na prateleira superior estão vários instrumentos científicos, mostrando que os dois amigos eram homens de amplos interesses intelectuais. O relógio de sol (ao lado de George de Selve) marca o dia 11 de abril de 1533, ponto crucial na vida dos embaixadores. O quadro é famoso pelo seu Anamorfismo, isto é, um tipo de figura distorcida que só pode ser vista com nitidezes de certo angulo. No caso a figura distorcida é um crânio. Vanitas - vaidades em latim - gênero de pintura que trata da cegueira das coisas humanas importantes da vida e da inutilidade dos empreendimentos humanos. Elementos de Vanitas nos Embaixadores: - Existem dois crânios no quadro. O da anamorfose e outro na boina de Dinteville (parece que era o seu emblema pessoal). - O alaude na prateleira inferior está com a corda partida. Simbolo tradicional de finitude e discórdia. - O Cristo oculto pela cortina lembra que os homens nasceram em pecado e mortais. - O Globo da prateleira inferior é copiado de um globo verdadeiro, mas modificado para mostrar os lugares importantes para Dinteville, mostra, por exemplo, a região onde ele nasceu. - O chão reproduz o piso da Abadia de Westmister, hoje muito gasto e coberto por tapete (obra de pedreiros italianos). Existem outras interpretações possíveis. Como A seqüência de alaúde quebrado, por exemplo, pode significar a discórdia religiosa, enquanto o hinário luterano pode ser um argumento para a harmonia cristã.

Obras Históricas Museu




Artistas